blue
Created 08/02/2019. Last updated 08/02/2019
 
ca
es
Amunt
© 2018 Núria Añó. All rights reserved.
Free Web Counter
Website Hit Counter
Deutsch
Polski
Italiano
Français
English
Other languages
shape

Website of writer Núria Añó

português
Chinese
Suomi
Shop online
Novedade O OLHAR DO FILHO, A ESCRITORA MORTA ou NUVENS BAIXAS de Núria Añó finalmente en português
nederlands
books
O OLHAR DO FILHO de Núria Añó. Traduzido por Mariana Baroni

Paula é uma professora de jardim de infância que não pode ter filhos. Ela e o marido adotam Daniel, um bebê ruivo. Após alguns anos, aparece a mãe biológica nesse cenário idílico, destruindo a paz que reinava até então. Por meio de diferentes etapas, desde a chegada do menino ao lar até que ele se torne adulto, o olhar do filho mergulha em personagens como a avó, uma mulher de idade com uma predileção especial por esse neto; ao mesmo tempo, ela e Paula são um exemplo de relações problemáticas entre mãe e filha. Ou Sophie, a jovem que aparece durante o despertar da adolescência.
Com um fundo de dança clássica, assistimos à história de um amor que será um divisor de águas e em que todos terão muito mais em comum do que parece.

"Sua leitura é muito interessante e não nos deixa indiferente, pois é um convite à reflexão em um mundo onde a banalidade exerce seu império." -Revista L'Ull crític, 17-18.


EN CATALÀ (LA MIRADA DEL FILL): 2012 Abadia Editors ISBN: 978-84-96847-77-4

EN ESPAÑOL (LA MIRADA DEL HIJO): 2019 ISBN: 1790867274 / 9781790867271

EN PORTUGUÊS (O OLHAR DO FILHO): 2018 ISBN: 9781547546688 (eBook) ISBN: 15-47548-70-3 / 9781547548705 (Paperback)

EN FRANÇAIS (LE REGARD DU FILS): 2019 ISBN: 9781071501092 (eBook)

COMPRAR / SHOP ONLINE

Barnes & Noble

Apple

Kobo

Scribd

Google

Amazon.com (paperback)

Amazon.com.br

Livros en português | 'O Olhar do Filho' de Núria Añó

O Olhar do Filho

Núria Añó (Lleida, 10 de fevereiro de 1973) estudou Filologia Catalã e Língua Alemã. Combina a escrita com a tradução, além da participação em debates e pesquisas internacionais, onde costuma falar de sua obra, de criação literária, cinema, cidades, assim como analisa as obras de escritores como Elfriede Jelinek, Patricia Highsmith, Karen Blixen, Salka Viertel, Alexandre Dumas (filho) e Franz Werfel. Publicou o primeiro relato aos dezessete anos e desde então seus textos têm sido publicados em livros e revistas como Dones i literatura a Lleida (1997); VIII Concurs de Narrativa Literària Mercè Rodoreda (1997); Estrenes (2005); Dossier sobre la vejez en Europa (2006); Escata de drac, nº 8 (2012); Des lettres et des femmes... La femme face aux défis de l'histoire (2013); Fábula, nº 35 (2013); Issue 3. Grief (2014); Resonancias, nº127 (2014); Les romancières sentimentales: nouvelles approches, nouvelles perspectives, L'ull crític 17-18 (2014); Letralia, Año XX (2016); Cien años del Genocidio Armenio; Un siglo de silencio (2016); Revista Narrativas, nº 43 (2016); L'art de l'adaptation: feminité et roman populaire (2016); April Issue, Nebula (2017); Cine y Literatura. 21 años de Letralia (2017); The Mother Tongue in a Foreign Land (2017); Domuzime, nº 4 (2017); Revista Literaria Visor, nº 12 (2018); Exilios y otros desarraigos (2018) e em China Life magazine, nº 151 (2018); Shanghai Get-Together (2018); Mémoires et écrits de femmes: La création féminine revisitée (L'Harmattan, 2019) e em Agapè. De l'amour dans le patrimoine littéraire (L'Harmattan, 2019). Alguns de seus relatos, artigos e ensaios foram traduzidos para o espanhol, francês, inglês, italiano, alemão, polonês, chinês, letão, português e holandês.
A novela Els nens de l'Elisa ([Os meninos de Elisa], 2006) foi a terceira finalista no XXIV Prêmio de las Letras Catalanas Ramon Llull. Seguem L'escriptora morta ([A escritora morta], 2008), Núvols baixos ([Nuvens baixas], 2009) e La mirada del fill ([O olhar do filho], 2012). Ganha o XVIII Prêmio Joan Fuster de Narrativa Ciutat d'Almenara e foi premiada com as prestigiosas bolsas internacionais: Nuoren Voiman Liitto (Finlândia, 2016), Shangai Writing Program (China, 2016), Baltic Centre (Suécia, 2017), IWTCR (Grécia, 2017) e Krakow UNESCO City of Literatura (Polônia, 2018). Read more

Sobre a escritora